sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Campanha: Vem pra Bahia, Sophia!


Como todo mundo sabe a autora Carina Rissi é parceira do nosso blog, e nós aqui somos muito fãs dela! Por esse motivo, em conjunto com os blogs "Confissões Literárias" e "Sundae-Books", estamos lançando a campanha: "Vem pra Bahia, Sophia!", para que a cidade de Salvador seja incluída na listinha de cidades que receberão o lançamento.
Se quiser ajudar, basta assinar a petição (http://www.peticoesonline.com/peticao/vem-pra-bahia-sophia/273) que será enviada para a editora da autora e para a própria Cacá.
Para as blogueiras de Salvador (e de outras cidades da Bahia, ou não) que quiserem divulgar e confirmar sua presença (caso tenhamos a honra de conseguir!), basta colocar o banner de divulgação em seu blog (com link para esse post) que vamos acrescentar o nome do seu blog na lista de apoiadores da campanha abaixo (avisem aqui mesmo nos comentários: "Meu blog está participando!").
Ajudem! É rapidinho e vai fazer a autora e suas leitoras baianas muito felizes!


Blogs Amigos da Campanha:




Apoio:

'create

terça-feira, 22 de novembro de 2011

ENTREVISTA: Stacey Jay, autora de Julieta Imortal

Essa semana, um livro muito aguardado (comentado, amado, resenhado...) chegou as livrarias de todo país. "Julieta Imortal" (Novo Conceito), da Stacey Jay, tem tudo para ser um dos mais legais do ano. Uma nova versão para o clássico de Shakespeare, cheia de mistério e adrenalina!
Que tal conhecer a simpática e atenciosa autora? Stacey é nossa entrevistada de hoje, e a gente amou falar com ela! Aposto que você também vai amar! ;)


[Logo abaixo da versão traduzida da entrevista vocês podem conferir a versão original em inglês]
[Bellow the translated version of the interview you can check the original english version]


VERBOLOGIA PINK - Li que você trabalhou como garçonete, professora de matemática, dançarina, atriz ... Quando você decidiu que era hora de se tornar escritora?

Stacey Jay - Uma atriz, uma bailarina e uma escritora realmente têm muito em comum. Todas estão envolvidas no negócio de contar histórias. Depois que meu primeiro filho nasceu e atuar e dançar se tornou um desafio, pareceu natural pra mim ser escritora e continuar na arte de fingir. (Eu realmente amo fingir!)


VP - Em "Julieta Imortal" você traz uma versão inovadora e totalmente inesperada de um clássico. Você não estava com medo de ir por um caminho tão arriscado?

SJ - "Juliet Imortal" foi assustador de escrever. É intimidante fazer algo com um obra de Shakespeare. Mas a mensagem por trás da minha versão torcida significava muito para mim, então segui adiante. Estou tão feliz de não ter desistido! Foi um dos meus livros favoritos de escrever, até o momento.


VP - Falando de "Julieta Imortal" (que está fazendo muito sucesso aqui no Brasil), como surgiu a idéia para uma história tão emocionante e diferente?

SJ - Eu me distraio facilmente. Eu gosto de muita ação e emoção em minhas histórias. Escrevo para os leitores que apreciam o mesmo.


VP - Qual é o seu ritual pra escrever?

SJ - Escrevo quase todos os dias (6 dias por semana) e faço uma contagem de palavras que escrevo (geralmente 2000-3000 palavras) e eu não estou autorizada a ter qualquer divertimento, antes que as palavras tenham sido escritas!


VP - Por que tanto interesse em temas obscuros? Você costuma ler livros assim?

SJ - Eu leio um monte de livros dark. O mundo parece um lugar obscuro para mim no momento. Mas então, há sempre alegria e esperança e amor. É por isso que eu gosto de ter, dentro de uma história obscura, uma luz na vida dos personagens.


VP - O que você anda lendo?

SJ - Acabei de ler "A Swift Pure Cry" da Siobhan Dowd. Uma história tão comovente e bonita. Ela era uma escritora incrível! Eu queria que ela ainda estivesse conosco para nos contar mais histórias.


VP - Que dicas você daria para os nossos leitores que tem o sonho de escrever?

SJ - Leia muito. Escreva todos os dias. Reveja. Repita. E nunca desista.


VP - Para terminar, você tem muitos fãs no Brasil ... gostaria de enviar uma mensagem?

SJ - Muito obrigada por seu apoio! Estou surpresa do quanto vocês são legais! Obrigado, obrigado, e obrigado de novo!



-------------


This week, a long-awaited book (reviewed, loved...) hit bookstores across the country. "Juliet Immortal" (NOVO CONCEITO), of Stacey Jay, has everything to be one of the coolest of the year. A new version of the Shakespeare classic, full of mystery and excitement!
How about knowing the author? Stacey is our interview today, and we loved talking to her! I bet you will also love!


VERBOLOGIA PINK - I read that you've been a waiter, math tutor, dancer ... when did you decide it was time to become a writer?

Stacey - An actor, a dancer, and a writer really have a lot in common. They're all involved in the business of telling stories. After my first son was born and acting and dancing became more of a challenge, it seemed natural to turn to writing as a way to continue playing pretend for a living. (I really love pretend!)


VERBOLOGIA PINK -  In "Juliet's immortal" you bring an innovative and totally unexpected version of a classic. Were you not afraid to go one way so risky?

Stacey - "Juliet Immortal" was scary to write. It's intimidating to rework anything Shakespearean. But the message behind my twisted retelling meant a lot to me, so I went for it. And I'm so glad I did. It was one of my favorite books to write, thus far.


VERBOLOGIA PINK - Speaking of "Juliet immortal" (which is doing a lot of success here in Brazil), as did the idea for a story so exciting and different?

Stacey - I get distracted easily. I like a lot of action and emotion in my stories. I write for readers who enjoy the same.


VERBOLOGIA PINK - What is your writing ritual?

Stacey - I write almost every day (6 days a week) and have a daily word count (usually 2000-3000 words) and I'm not allowed to have any fun until the words are done!


VERBOLOGIA PINK - Why so much interest in dark themes? Do you ever read a book like that?

Stacey - I read a lot of dark books. The world feels like a dark place to me at the moment. But then, there is always joy and hope and love. That's why I like to take a dark story and shine some light into the characters' lives.


VERBOLOGIA PINK - What are you currently reading?

Stacey - I just finished "A Swift Pure Cry" by Siobhan Dowd. It was heartbreaking and beautiful. She was an amazing writer. I wish she was still with us to tell us more stories.


VERBOLOGIA PINK - What tips would you give to those of our readers who dream of writing?

Stacey - Read a lot. Write every day. Revise. Repeat. And never give up.


VERBOLOGIA PINK - To finish, there are many of his fans in Brazil ... would like to send a message?

Stacey - Thank you so much for your support. I am AMAZED at how awesome you all are. Thank you, thank you, and thank you again!




----------
Follow Stacey on twitter:
@Stacey_Jay
http://www.staceyjay.com/

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Brilhos ~ Sophia Bennett

Eu estava tão ansiosa pela chegada de "Brilhos" por aqui que assim que ele chegou fiquei feliz só de vê-lo nas pratilheiras das livrarias! E quando ele chegou em minhas mãos eu simplesmente comecei a devorar-lo!
"As vezes você precisa de uma jornalista do the sunday times para se lembrar de como suas amigas são incrivéis."
- pág 20
Nonie, Edie, Jenny e Crow estão de volta com mais histórias fabulosas do mundo da moda.
Jenny está prestes a subir aos palcos com uma peça produzida por um amigo. Tudo parece perfeito, mas, ninguém esperava que a Rainha do Mal voltasse a aparecer para atrapalhar a vida dela.
Enquanto isso Nonie busca equilibrar sua vida de empresaria com as provas finais chegando, além do fato de que agora, ao que parece, ela tem uma vida amorosa!
Crow está vivendo o sonho de ver sua primeira coleção sendo lançada por uma das lojas mais antenadas de Londres.
Edie está em sérios apuros e sendo acusada de coisas horríveis. Em meio ao sucesso das roupas criadas por Crow surgem boatos de que algo nem um pouco fabuloso está acontecendo. Parece que as criações dela estão sendo produzidas por trabalho escravo de crianças na Índia. E como descobrir se isso é verdade? 
A única solução é investigar isso de perto. 
"Lá fora, olhamos uma para a outra com olhos arregalados e , de repente, percebo que não quero mais chorar no banheiro. Quero sair na rua e rir. E o mesmo acontece com Crow. "
-pág. 120
Se você se apaixonou, como eu, pelo primeiro livro da série, "Linhas", se prepare para uma continuação tão incrível quanto! "Brilhos" é uma sequência digna do primeiro livro, uma história muito bem escrita e igualmente apaixonante. Mais uma vez Sophia Bennett aborda, com uma descrição delicada e ao mesmo tempo de alerta sobre, problemas sociais que devem ser levados a sério e me emocionei muito com a história de Lakshmi.
Super recomendado!
E agora a espera do terceiro livro da série.



quarta-feira, 16 de novembro de 2011

A Caminho do Verão ~ Sarah Dessen

Eu já havia comentado que estava ansiosa por esse livro e contado a vocês que o comprei na Bienal do Livro - BA.
Minhas expectativas para ele eram muito altas e isso muitas vezes não é nada bom, mas não dessa vez!
"A caminho do verão" acaba de entrar para minha seleta lista de livros favoritos por ser tudo aquilo que eu queria e muito mais! E, para ser sincera, acho que ultrapassou até mesmo Just Listen, meu outro livro favorito da Sarah, no meu coração!
"Apenas pelo seu olhar, sabia que ele havia me reconhecido também, embora ele não tivesse sido muito simpático, nem tivesse dito oi. Mas, até aí, eu também não tinha dito nada. Na verdade, nós só ficamos lá, olhando um para o outro. Provavelmente teria sido muito chato se Thisbe não tivesse começado a chorar."
- pág 57
O livro conta a história de Auden, uma garota que vive para estudar e agradar os pais. Desde pequena Aud tem de ser perfeita e cumprir o que se espera dela, por esse motivo acaba não tendo tempo para ser criança e está perdendo o que resta de sua adolescência com todo seu foco voltado para a Universidade. Tudo parece certo... até que ela decide mudar tudo.
Auden vai passar férias em Colby, uma minúscula cidade onde moram seu pai, sua madrasta Heidi (que eu amei!) e sua nova irmanzinha Thisby (ou Isby para os íntimos :D). Só de fazer essa escolha Auden muda toda sua vida, já que sua mãe e seu pai não se dão bem e a Dra. West não gosta nada da ideia de Auden "perder seu tempo" em Colby.
Logo quando chega ela descobre que as coisas não são bem como parecem. Seu pai lhe dá pouca atenção, por que está concluindo seu interminável romance e Heidi, apesar de suas expectativas, não é tão ruim assim... e aí entram os outros personagens maravilhosos. A patricinha inteligente e gente boa Maggie, o palhaço da turma Adam, a bondosa Esther, a divertida  Leah... e Eli. Ai Eli!

"Estávamos os dois tão imundos ali, com feijão nos cabelos, comida por toda roupa. Era a última hora em que se esperava ter um significado, e mesmo  assim, ela tinha um significado. Como se só naquele caos parecesse certo dizer a única coisa que eu queria, o tempo todo.
- Sinto muito pelo seu amigo - disse a ele
Eli fez que sim com a cabeça lentamente. Ele manteve os olhos fixos em mim, sem hesitar nem um pouco ao dizer:
-Obrigado."
-pág. 217
Eu amei o livro e a maneira como Eli ajuda Auden a viver intensamente e Auden ajuda Eli a superar seus traumas. Recomendadíssimo para todo mundo!
Garanto que vai valer a pena!

UPATE:

♫ Música para o livro: Comfortable - John Mayer ♫



PROMOÇÃO: "Ainda não te disse nada" + iPad2


Como já comentamos por aqui, nosso amigo e parceiro Maurício Gomyde acaba de lançar seu mais novo livro "Ainda não te disse nada". Para marcar esse acontecimento nosso blog, em parceria com o autor, vai sortear para nossos leitores um exemplar AUTOGRAFADO do livro! Quer mais? Os participantes da promoção também irão concorrer a um iPad2, que o Maurício vai sortear AQUI no dia 15 de janeiro (basta informar seu nome, email e o nome de seguidor aqui do blog!).

Para participar basta seguir as regrinhas abaixo:
☺Ser seguidor do @mauriciogomyde no twitter
☺Curtir a Fan Page do autor no Facebook
☺Ser residente no Brasil.
☺Ser seguidor do blog Verbologia Pink
☺Preencher o formulário de inscrição.

Quem quiser ainda pode garantir mais chances no sorteio!
Basta seguir as regrinhas abaixo:
☺Ser seguidor do @verbologiapink no twitter (preencha novamente o formulário de inscrição)
☺Divulgar a frase abaixo no twitter (preencha novamente o formulário de inscrição) :
"O @mauriciogomyde e o @VerbologiaPink vão me presentear com um exemplar de "Ainda não te disse nada" e um iPad2! http://bit.ly/ukeNaM"
☺Divulgar o banner acima (com link da promoção) em seu blog/site. (preencha novamente o formulário de inscrição)

ATENÇÃO!
☺ Não se esqueça que preencher o formulário de inscrição é a única maneira de ter sua chance adicional contabilizada!!!
☺ O sorteio será realizado por meio do site http://sorteador.com.br/
☺ A promoção tem início hoje (16/11) e irá até às 20:00h do dia 21 de dezembro
☺ O sorteio será realizado no dia 22 de dezembro!!

Participem!!!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Evento: Lançamento de "Minha vida fora de série" da Paula Pimenta (parte II)

Aqui vai mais uma postagem sobre o evento do dia 29/10: Lançamento de "Minha vida Fora de Série" da Paula Pimenta! Confiram algumas das fotos publicadas no facebook da Paula e o relato muito bacana da nossa amiga Tainá Cajazeira, do blog Sundae Books, e as fotos dela :)







Meu Encontro com a Paula Pimenta!
por Tainá Cajazeira


Olá sou Tainá, ou Taaie amiga da Tamy e da Gil.
 Elas me pediram para fazer um relato do evento que nós fomos dia 29 de outubro, na Saraiva Mega Store do Salvador Shopping. Ocorreu um bate-papo muito legal seguido de sessão de autógrafos da Paula Pimenta, autora de Fazendo Meu Filme e Minha Vida Fora de Série. Confesso que estava super ansiosa para conhecer a Paula, que é uma das minhas autoras favoritas, e FMF e MVFS com certeza estão na minha lista de melhores livros comprados este ano.
Assim que a Paula chegou, ela foi logo falando que é super tímida, e dava para perceber que ela estava hiper nervosa (estava até tremendo!), e que havia sugerido antes um bate-papo para poder ter mais contato com a gente. Achei super legal da parte dela sugerir isso, mas o pessoal estava um pouco tímido. Então, a Paula começou a falar sobre os livros e ela soltou uma novidade: Fazendo meu Filme VAI VIRAR FILME DE VERDADE! Nem preciso dizer que surtei né? Pena que ainda não tem nada decidido como atores... data de estréia etc. Mas existem produtoras interessadas em fazer o filme do livro. A Paula também contou como foi escrever FMF e a saga dela em conseguir uma editora. Também falou que a idéia de escrever MVFS veio para que depois que acabar FMF a Pri dê notícias dos personagens. Além disso, ela diz ainda não se sentir "preparada" para acabar FMF, afinal a Fani esta com ela há muitos anos.
Quando ela acabou de contar, as minhas amiguinhas Tamy e Gil foram as primeiras a começar a fazer as perguntas, e a Paula super fofa, respondeu com um sorriso no rosto. A partir todos se animaram a fazer perguntas. Até eu fiz a minha! Perguntei a Paula como ela fazia para colocar os trechos dos filmes em FMF, e disse como eu achava incrível como em cada começo de capítulo, cada trecho do filme falava "mais ou menos" o que ia acontecer. Ela respondeu que primeiro escrevia o livro e depois ia separando os filmes e talz.
Após o bate papo, a Paula começou com os autógrafos e eu fui a primeira, estava super nervosa, e conversei um pouco com ela.
Então esse foi a minha experiência no evento. Achei a Paula uma fofa e super simpática mais do que eu achava. Adorei conhecer ela. Aqui embaixo tem algumas fotos do momento.

Tainá Cajazeira (@Taaie)




(a Paula autografando os meus exemplares de FMF e MVFS)

domingo, 13 de novembro de 2011

Our friends #6

Essa é a sessão do blog onde vocês irão encontrar as últimas novidades sobre nossos amigos autores. Para ler notícias anteriores basta entrar na página "autores amigos" onde vai encontrar o link. Siga também nossa lista "Autores Amigos" no twitter! (http://bit.ly/nOBNLy)

Uma novidade maravilhosa para aqueles que são fãs do Maurício Gomyde... a loja virtual do autor!
Além de "O mundo de vidro" você já pode ter o seu "Ainda não te disse nada", novo livro do Maurício!
Para comprar o livro físico ou o e-book, basta acessar o link abaixo:
http://www.mauriciogomyde.com/p/loja-virtual.html

sábado, 12 de novembro de 2011

ENTREVISTA: Ali Shaw, autor de "A garota dos pés de vidro"

Para ser um grande escritor é preciso muito treino e estudo. Formado em Inglês e Literatura e Escrita Criativa pela Universidade de Lancaster, Ali Shaw, nosso entrevistado de hoje, prova como isso é verdade. Nessa entrevista, Shaw fala sobre sua própria experiência como leitor e nos adianta algumas coisinhas sobre seu novo livro "The Man Who Rained". Ficou curioso? Então confira!



[Logo abaixo da versão traduzida da entrevista vocês podem conferir a versão original em inglês]
[Bellow the translated version of the interview you can check the original english version]


VP - Quando você decidiu se tornar um escritor?

Ali Shaw - Eu li "Metamorfose" de Franz Kafka quando eu tinha 18 anos e ele abriu meus olhos para um novo tipo de escrita. Sempre fui de inventar história e tentar escrevê-las, desde que me lembro, mas descobrir aquela história única me ajudou a decidir como eu queria moldar o meu trabalho.

 VP - "A Garota dos pés de Vidro" foi lido por muitas pessoas aqui no Brasil e no resto do mundo. Porque você acha que o livro foi tão bem recebido?

Ali Shaw - Espero que as pessoas tenham se conectado com o romance em algum nível, seja através de ver algo de si em seus personagens ou encontrar algum encantamento em suas paisagens. Eu me sinto muito feliz pelo livro ter sido publicado em tantos países. Talvez, a coisa mais gratificante do que vê-lo impresso, é o contato que eu recebo de pessoas de todo o mundo. A escrita pode ser uma experiência muito isolada, então, de repente, receber uma mensagem de um leitor no Brasil é fascinante.

VP - De onde surgiu a idéia para a história?

Ali Shaw - Escritores muitas vezes falam sobre idéias que aparecem completamente formadas em suas cabeças, e algumas vezes só ficam satisfeitos quando as passam para o papel. Eu estava em uma escada rolante em uma estação de trem voltando de um festival de música, quando, de repente, vi na minha imaginação um par de pés de vidro. A partir dessa imagem o resto da história evoluiu. Perguntei-me: Que pés são estes? Em que cenário se eles andam? O que aconteceria com uma garota que se tornasse vidro?
E, uma vez respondido a essas perguntas, eu tinha o início de um romance.

VP - Quais são seus planos? Você está escrevendo uma nova história?

Ali Shaw - Meu segundo romance está prestes a ser publicado no Reino Unido. Chama-se "The man who Rained", e é sobre uma cidade cuja vida é totalmente voltada para a preocupação com o tempo. Somos obcecados com o tempo na Inglaterra, então eu acho que essa é a minha resposta a isso. É uma história de amor e ele é cheio de um tipo semelhante de mágica que se vê em "A garota dos pés de vidro". Agora que está acabado e quase publicado, eu já comecei o meu terceiro livro, que ainda está bem no começo.

VP - Qual é o melhor conselho para quem está lendo o nosso blog e quer ser escritor?

Ali Shaw - Escrever. Escrever e escrever e escrever. A melhor maneira de aprender alguma coisa é realmente praticando. Quando escrever, tente colocar a sua alma nisso, tente conectar-se com a parte mais profunda de si mesmo, aquela dos sonhos que te mantêm acordado à noite. Tente estar em contato com seu subconsciente, porque é de onde todas as suas idéias melhores e mais significativas virão. Sua escrita só será única se você preenchê-la com seu próprio eu.

-------------------------

To be a great writer you need a lot of training and study. A graduate in English Literature and Creative Writing from Lancaster University, Ali Shaw, our interviewee today, proves how true this is. In this interview, Ali talks about his own experience as a reader and tells us a few things about his new book "The Man Who Rained." Curious? So check it out!



VP - When did you decide to become a writer?

Ali Shaw - I read Franz Kafka’s Metamorphosis when I was 18 and it opened my eyes to a whole new kind of writing.  I’ve been making up stories and trying to write them down for as long as I can remember, but discovering that story was the thing that helped me decide how I wanted to shape my work.

VP - The Girl with Glass Feet has been read by many people, here in Brazil and elsewhere in the world.  Why do you think this book has become so well known?

Ali Shaw - I hope that people have connected with the novel on some level, be that through seeing something of themselves in its characters or finding some enchantment in its landscapes.  I feel very fortunate that the book has been published in so many countries.  Perhaps the most rewarding thing about seeing it in print is the contact I get from people all over the world.  Writing can be a very isolated experience, so to suddenly receive a message from a reader in Brazil is spellbinding.

VP - Where did the idea for the story come from?

Ali Shaw - Writers often talk about ideas just appearing fully-formed in their heads, and sometimes it feels unsatisfactory that that’s where a book could come from.  I was on an escalator in a train station on my way back from a music festival when I suddenly saw, in my imagination, a pair of glass feet.  And from that image the rest of the story evolved.  I asked myself questions such as: who’s feet are these? in what landscape would they walk? what becomes of a girl whose feet have turned to glass?  And once I had answered these questions and more, I had the beginnings of a novel.

VP - What are your plans?  Are you writing a new story?

Ali Shaw - My second novel is about to be published in the UK.  It’s called The Man who Rained, and it’s about a town in which the weather is coming to life.  We’re obsessed with the weather in England, so I guess this is my response to that.  It’s a love story and it’s full of a similar sort of magic to that in The Girl with Glass Feet.  Now that it’s finished and nearly published, I’ve started my third book, which is still in its very early stages.

VP - What is the best advice for anyone who is reading our blog and wants to be a writer?

Ali Shaw - Write.  Write and write and write.  The best way to learn anything is to actually do it.  As you write, try to put your soul into it, try to connect with the deeper part of yourself that fuels your dreams or keeps you awake at night.  Try to be in touch with your subconscious in that way, because it’s where all of your best and most meaningful ideas will come from.  Your writing will only be unique if you fill it with your own self.



............

Follow Ali on twitter:
@Ali_Shaw 
http://www.alishaw.co.uk/

Leia a resenha para "A garota dos pés de vidro"

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

DIVULGAÇÃO: Lançamento do livro "O preço de uma lição"



No dia 12/11, às 16h, os fenômenos das redes sociais, Federico Devito e Gutti Mendonça, vão encontrar pessoalmente com seus fãs e seguidores para o lançamento de seu primeiro livro, “O preço de uma lição”, pela Editora Novo Conceito.
O livro conta os conflitos gerados pela descoberta do primeiro amor, através da ótica de um rapaz adolescente.
Durante o encontro, os autores vão participar de um bate-papo com os leitores e fã-clubes, tirar fotos e autografar os livros.
Federico Devito e Rogério (Gutti) Mendonça se conhecem a bastante tempo. Federico já era famoso, principalmente entre as meninas, por ter participado do projeto Colírio Capricho, em que jovens modelos publicam diários e comentários nas páginas e no site da revista.
Durante suas conversas virtuais, Federico e Gutti perceberam que tinham muitas experiências em comum, quando o assunto era relacionamento com meninas, pais, família, amigo e escola e decidiram escrever um livro para relatar essas histórias.

Our friends #5

Essa é a sessão do blog onde vocês irão encontrar as últimas novidades sobre nossos amigos autores. Para ler notícias anteriores basta entrar na página "autores amigos" onde vai encontrar o link. Siga também nossa lista "Autores Amigos" no twitter! (http://bit.ly/nOBNLy)


"Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs de Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento "crepuscólico" é mais do que urgente. Só que ela não espera conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson!! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood. Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!"

Data: 25 de novembro de 2011 - sexta-feira
Horário: a partir das 19h00
Local: 
Livraria Saraiva
Independência Shopping - 2° piso
Av. Independência, 3600
Cascatinha


Quer conhecer um pouco mais sobre a Carol Sabar? Leia a entrevista que ela concedeu ao blog.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Evento: Lançamento de "Minha vida fora de série" da Paula Pimenta (parte 1)

No dia 29/10 a nossa "equipe" :) esteve na livraria Saraiva do Salvador Shopping para o evento de lançamento do livro "Minha vida fora de série" da autora-amiga Paula Pimenta. Conseguimos nosso autógrafo, rolou um bate papo com ela e até conseguimos um recadinho da Paula pra vocês! Estou falando sério! Ela é muito fofa e atenciosa... Confira agora as fotos e os vídeos!






Tamy, Paula e GiiL
video
Continua...

ENTREVISTA: Michelem Fernandes, autora de "O caminho para Esplendor"

A professora carioca Michelem Fernandes é uma apaixonada pelos livros, como a maioria de vocês e, também como vários de nossos leitores, tinha muitas histórias na cabeça e outras no papel. Mas, somente os amigos mais íntimos conheciam seu trabalho... até agora. A autora do infantil "Voando mais alto que uma pipa" está preparada para o lançamento de mais um livro, dessa vez a aventura infanto-juvenil "O caminho para Esplendor". Para saber mais sobre o livro e sobre a escritora, que tal conferir essa fofa entrevista? AH! E uma ótima notícia: "O caminho para Esplendor" já está em pré-venda no site da editora! AQUI! No final o booktrailer do livro :)

VERBOLOGIA PINK - Como decidiu se tornar escritora?

Michelem - Quando senti que era o momento de dividir com outras pessoas, aquilo que eu mais amava fazer: escrever e criar histórias, e que a princípio, era tão particular.

VP - Como ser professora te ajuda na hora de ser escritora?

Michelem - Ser professora foi decisivo para que eu me tornasse escritora. Através do meu trabalho em sala de aula de incentivo a leitura, acabei encorajando-me a tirar das gavetas os meus escritos. Com isso, nunca mais pude deixá-los escondidos... Acredito que nada seja por acaso, e graças a isso, descobri aquilo que me fazia muito feliz.

VP - "Voando mais alto que uma pipa" é voltado para o público infantil e "O caminho para Esplendor" para o público infanto-juvenil. Por que a escolha desse caminho literário?

Michelem - Além de ter muito contato com crianças e jovens devido a minha profissão, sempre me identifiquei com essa turminha tão especial. AMO criar histórias para esses dois públicos, pois de certa forma me remetem momentos que foram tão especiais para mim.

VP - Qual seu ritual para a hora de escrever?

Michelem - Não sigo nenhum ritual. Porém, às vezes quando estou passando as ideias do papel para o computador, gosto de ouvir músicas instrumentais.

VP - O que está lendo no momento?

Michelem - Orgulho e Preconceito, da autora Jane Austen.

VP - Quais seus autores favoritos?

Michelem - Tenho lido os livros do Nicholas Spark e tenho gostado bastante. Tem autores que eu admiro muito como: Ruth Rocha e J.K. Rowling.

VP - Que dica você daria para quem sonha em ser escritora?

Michelem - Ser persistente e não desistir dos seus sonhos!

VP - Falando sobre "O caminho para Esplendor", que novidades você pode nos adiantar sobre o livro?

Michelem - Queria dizer que eu fui presenteada ao escrever esse livro. É uma aventura fantástica e envolvente. Enquanto a escrevia, imaginava-me estar realmente na Floresta Mágica, seguindo rumo ao Castelo Esplendor. Convido a todos os leitores do VERBOLOGIA PINK, a conhecerem o livro.

VP - Pra terminar um ping-pong literário:
Um livro inesquecível... A cidade do Sol, Khaled Hosseine.
Heroína favorita... Mariam, do livro A cidade do Sol.
O mocinho mais fofo... Thomas, do livro “O caminho para Esplendor”.
Vício na hora de ler... Não tenho.
O melhor de ler... Conhecer, refletir, sonhar e ser feliz!

---------
Sigam a Mi no twitter:
@michelemfernan 
http://michelemfernandes.blogspot.com/

BookTrailer:

BIENAL BAHIA - PARTE 4 (fotos & vídeo)

Aqui vão mais algumas imagens da Bienal - BA 2011, no nosso segundo dia por lá (01/11) e um vídeo muito bacana de uma roda de poesia no espaço "Praça Cordel e Poesia" com Ricardo Vidal, Caio Rudá e Vânia Melo.







video

BIENAL BAHIA - PARTE 3 (vídeo)

Mais um vídeo na Bienal - BA 2011. Dessa vez do dia 01/11, quando mostramos mais algumas aquisições :)

video
Já viu o primeiro vídeo? Quem comentar pode ganhar marcadores do livro Guardians!

#citaçãoliterária: Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg

"Ele era um garoto. Um garoto garoto.
Provavelmente tinha corpos de criancinhas e filhotinhos escondidos no armário."
(Lonely Hearts Club)
Pág. 30

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O Mundo de Vidro ~ Maurício Gomyde

"Toda vez que pedir para sair eu vou, toda vez que pedir pra voltar seja já, toda vez que pedir pra compreender eu calarei, e toda vez que não entender basta perguntar... Toda vez que pedir no claro, é claro que sim, no escuro for, será assim.
Toda vez que perder o rumo serei teu passo, se fugir desse mundo, deixe que eu te laço, toda vez que chorar será um abraço... Toda vez que despertar eu calmarei, toda vez que sonhar e esperar eu vou trazer, toda vez quando se entregar eu vou fazer... Toda vez quando demorar, eu vou perder o sono de vez, e toda vez que for embora, não serei mais eu..."
- pág. 218

Esse é o terceiro começo que escolho para essa resenha... não sei o porquê da dificuldade! Talvez por que, tal como em "O mundo de Vidro" eu devesse começar pelo final:
Recomendo esse livro para todos os que gostam de rir. Os que estão melosamente românticos. Os tímidos. Os estudantes de "Master Applications for Economic Business". Os loucos. Os fãs dos Beatles. E, principalmente, aqueles que já leram de capa à capa o grande Best-Seller "Como Conquistar a Mulher Inconquistável - Uma visão Holística".
Assim vou terminar minha resenha, mas sobre o começo...
Preciso dizer que achei o livro promissor pelo prefácio, muito espirituoso, que nem foi bem um prefácio.
Mas, enfim, achei promissor.
A história é sobre Ele e Ela.
Ele é um grande perdedor... frustrado, preso a um trabalho e uma vida completamente infelizes, e sem a perspectiva de melhora. Além de, desde o começo, parecer um grande maluco pra mim.
Ela é descrita no livro como uma mulher linda e perfeita, mas achei ela tão "garota normal"... chorona, às vezes insegura, às vezes forte, como toda mulher.
Quando comecei a ler confesso que não gostei d'Ele. A maneira maluca como ele passou a viver em função dela me fez entender totalmente o porquê de ela achar ele um doido varrido. Me perturbou de verdade! Ele me deu medo (kkk), mas eu gostei d'Ela de cara (até o final!) e Ele se redimiu quando passou a entender como o amor deve ser vivido. Fica evidente para quem lê a diferença de paixão e amor. Não sei se era a intenção do Maurício, mas foi o que percebi. No começo Ele está tão obcecado que esquece de ser ele mesmo. O amor é verdadeiro, não mente. Mas, com algumas atitudes (que só vai saber quem ler ;)) ele prova que aquela paixão louca se transformou em um amor de verdade.
Os sentimentos dela são mais maduros. Ela o acha louco. Ela o conhece melhor. Ela gosta dele como amigo. Há um progresso aí, muito mais contido, mas igualmente romântico.
Mas, o livro também é uma grande comédia. Se fosse classificá-lo: "Romance Comediado" (entenderam o trocadilho com o termo "comédia romântica?" :D). Ele é muito sem noção, mas tanto que se torna o personagem mais engraçado do livro. Além de Sullivan, claro, que me matou de rir.
Enfim, como já concluí no começo (vide início do post) só vou deixar a dica... leiam esse livro. :)


UPDATE:
♫ Música para o livro: Crazy - Aerosmith ♫



PS: já leu a entrevista que o Maurício deu pra gente?
ENTREVISTA

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Minha vida fora de série ~ Paula Pimenta

 
Priscila é uma garota de treze anos que se vê de frente com um grande desafio: mudar de cidade e deixar pra trás os amigos, o pai, o irmão e seus tão amados bichinhos.  Após a separação, os pais de Priscila decidem que ela deve ir morar em Belo Horizonte com a mãe enquanto seu irmão mais velho ficaria com seu pai em São Paulo para terminar a faculdade. Só que mudar de cidade não é nada fácil, ainda mais na adolescência.  Conhecer novas pessoas, se adaptar a uma nova escola e ainda ter que deixar suas melhores amigas pra trás. Mas, ela descobre que essa mudança pode ter seu lado bom, e as vezes muito bom! Apesar de que nem tudo serão flores nessa temporada, e, como uma boa série, a vida da Pri está recheada de surpresas, romance, risadas e um pouquinho de drama.

Eu, como leitora apaixonada da série "Fazendo meu filme", tinha minhas expectativas a mil sobre a mais nova série da Paula Pimenta. Então, assim que o livro chegou em minhas mãos, no dia em que a autora esteve aqui em Salvador, no evento de lançamento, eu parei as minhas outras leituras. Imediatamente comecei a devorar o livro, já que, assim como a primeira série de livros da Paula, "Minha vida fora de série" é impossível de largar até que você chegue as emoções finais. E que emoções! 
Confesso que nunca tinha prestado tanta atenção na Pri lendo "FMF" mas, depois de conhecer mais a personagem comecei a acha-lá muito legal! E tenho que deixar isso registrado: me desculpe Léo, você é muito lindo, mas, meu coração agora pertence ao Rodrigo. Paula Pimenta nos apresenta mais um sério candidato para a lista de caras mais lindos, fofos e perfeitos do universo literário! 

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

#Resumindo...Outubro

Lá vai mais um resumo de mês!
Adeus Outubro, Hello Novembro! Mas, antes de outubro ir embora de vez, que tal nos lembrarmos um pouquinho do que rolou por aqui nesse mês que passou voando? (você não acham?)

Resenhas por @GiilAlmeida:

Resenhas por @Tamylane:
Mas, outubro já está cheio de novidades... bienal, eventos e... PROMOÇÕES!
Não deixem de passar por aqui e conferir o que vem por aí! :)
Kisses!

ENTREVISTA: Jennifer Echols, autora de "Going to Far" e "Forget you"


[Logo abaixo da versão traduzida da entrevista vocês podem conferir a versão original em inglês]
[Bellow the tranlated version of the interview you can check the original english version]


Autora de "Going to Far" e "Forget you" Jennifer Echols é um grande sucesso, e é nossa entrevistada de hoje! Na expectativa para o lançamento de "The One That I Want", a autora falou um pouquinho sobre sua vida de escritora e leitora, além de mandar uma mensagem fofa para todos os seus leitores brasileiros. Aproveitem!


VERBOLOGIA PINK - Muitos jovens estão lendo seus livros aqui no Brasil. Já havia imaginado suas histórias sendo lidas por tantas pessoas ao redor do mundo?

Jennifer - Não, quando eu estava publicando pela primeira vez, isso nunca passou por minha cabeça: que meus livros podiam ir a outros países além dos Estados Unidos. É muito emocionante!

VERBOLOGIA PINK - Seus livros têm sempre uma grande carga dramática. Como criar personagens tão intensas?

Jenn - Isso é mesmo comum, para equilibrar existem os amigos malucos. Eu tento fazer os amigos loucos para os personagens principais, porque eu acho que os amigos loucos são sempre mais interessantes!

VERBOLOGIA PINK - Como é o seu ritual de escrita?

Jenn - Eu acordo às 4:30 todos os dias e começo a escrever , a base de muito café!

VERBOLOGIA PINK - O que você anda lendo?

Jenn - PRETTY CROOKED da Elisa Ludwig, que será publicado em março. Uma das melhores coisas de ser um autor é que eu às vezes começo a ler livros de outras pessoas antes de serem publicados.

VERBOLOGIA PINK - Quais são seus autores favoritos?

Jenn - Não iria poder dizer todos, mas alguns dos meus favoritos são Rosemary Clement-Moore, Kimberly Derting, e R. A. Nelson.

VERBOLOGIA PINK -  Aqui no Brasil nós temos "Going to Far" e "Forget You", mas estamos ansiosos para ler "Love Story". O que você pode nos dizer sobre o livro?

Jenn - É ligeiramente baseado na minha experiência da faculdade. Eu queria tanto ser uma escritora. É ambientado em Nova York, o centro de publicar aqui nos Estados Unidos, e no "país de cavalos de corrida" em Kentucky, onde vivi por sete anos.

VERBOLOGIA PINK - Como está a expectativa para o lançamento de "The One That I Want"? Queremos saber mais sobre isso também!

Jenn - "Going Too Far", "Forget You" e "Love Story" são dramas, mas "The One That I Want" é uma comédia romântica. Gosto das comédias também! Será lançado nos Estados Unidos como um e-book em 6 de dezembro e impresso em 7 de fevereiro.

VERBOLOGIA PINK - Que conselho você daria aos dos nossos leitores que querem ser escritores?

Jenn - Escreva o livro que você gostaria de ler!

Espaço para uma mensagem para seus fãs no Brasil:
Jenn - Blogueiros literários e os meus leitores no Brasil, têm sido tão importantes para meu trabalho. Agradeço-lhes por falarem sobre meus livros. Estou bastante surpresa com a sua grande bondade, e eu aprecio vocês!

--------------------


(Original Version)

Author of "Going to Far" and "Forget You", Jennifer Echols is a great success, and it is our interview today! Anxious for the release of "The One That I Want," the author told a little about her life as a writer and reader and send a cute message to all your brazilian readers. Enjoy!

VERBOLOGIA PINK - Several girls and boys are reading their books here in Brazil. Have you ever imagined their stories being read by many people from around the world?

Jennifer - No, when I was first published, it never entered my mind that my books might make it to countries other than the United States. It’s very exciting!

VERBOLOGIA PINK - His books always have a character in the drama. How to create personalities so intense?

Jenn - Some books have very normal, well-grounded main characters with crazy sidekick friends. I try to make those crazy friends into the main characters because I think the crazy friends are always more interesting!

VERBOLOGIA PINK - How is your writing ritual?

Jenn - I get up at 4:30 a.m. every day and write first thing, with lots of coffee!

VERBOLOGIA PINK - What are you currently reading?

Jenn - PRETTY CROOKED by Elisa Ludwig, which will be published next March. One of the coolest things about being an author is that I sometimes get to read other people’s books before they’re published.

VERBOLOGIA PINK - What are your favorite authors?

Jenn - Too many to name, but a few of my favorites are Rosemary Clement-Moore, Kimberly Derting, and R. A. Nelson.

VERBOLOGIA PINK - Here in Brazil we have "Going to Far" and "Forget You," but we look forward to reading "Love Story". What can you tell us about the book?

Jenn - It’s loosely based on my college experience. I wanted so badly to be a novelist. It’s set in New York City, the center of publishing here in the United States, and in racehorse country in Kentucky, where I lived for seven years.

VERBOLOGIA PINK -  How is the expectation for the launch of "The One That I Want"? We want to know more about it too!

Jenn - “Going Too Far,” “Forget You,” and “Love Story” are dramas, but “The One That I Want” is a romantic comedy. I love to write those too! It’s coming out in the United States as an e-book on December 6 and in print on February 7.

VERBOLOGIA PINK - What advice would you give to those of our readers who want to be writers?

Jenn - Write the book you want to read!

This space is for a message to his fans in Brazil:

Jenn - Book bloggers and my readers in Brazil have been so supportive of my books. I thank you for spreading the word about my writing. I am rather astonished at your great kindness, and I appreciate you.

Follow Jenn on twitter:
@JenniferEchols
http://www.jennifer-echols.com/

Leia a resenha de "Longe Demais"! :)

terça-feira, 1 de novembro de 2011

BIENAL BAHIA - PARTE 2 (vídeo) + Sorteio

Aqui vai o primeiro vídeo que gravamos (pelo menos o primeiro que alguém pode ver ;)) lá na Bienal. No vídeo mostramos as primeiras compras e um presentão que ganhamos!

video

Quer ganhar um marcador de Guardians? 
Então, comenta aí no post e concorra!

BIENAL BAHIA - PARTE 1 (fotos)

Como todo mundo sabe, a Bienal Bahia 2011 está acontecendo desde o dia 28/10 e este blog está totalmente presente! Enfim, esse primeiro post (do primeiro dia) é para mostrar algumas das fotos que tiramos por lá. Ah! Olha só que legal a primeira!  Conhecemos a autora Lucy Rangel (autora de "Guardians") e a blogueira Lacie do "O pequeno grande mundo de Lacie" :)

Irene (amiga e entregadora de cartões), Giil, Tamy, Lucy Rangel e Lacie :)


Twitando as novidades em tempo real :)