sábado, 30 de julho de 2011

Pão de Mel ~ Rachel Cohn

O primeiro livro de Rachel Cohn que eu li, e tenho que dizer que me deixou com uma ótima impressão da autora. Ele é tão envolvente que desde que acabei de lê-lo estou louca para a continuação da série, o segundo volume "Siri", e que ainda tem um terceiro volume chamado "Cup Cake". A história de Cyd Charisse tem um pouco de comédia, romance e conflitos, mas ela é escrita de uma forma realista deixando assim tudo mais interessante.
Quando tudo que Cyd Charisse uma garota de dezesseis anos quer, viver em uma comunidade com tudo o que ela mais gosta (Siri seu namorado, Pão de Mel sua boneca, sua amiga Pão Doce e um bom latte para acompanhar), parece ficar cada vez mais fora de seu alcance e os conflitos com sua mãe só pioram, seus pais chegam a um acordo, está na hora de Cyd fazer uma pequena viagem a Nova York para passar um tempo com seu pai biológico Frank.
O que no começo parece um grande sonho para Cyd, afinal ela vai se afastar de todos os problemas com sua mãe, e até com seu namorado que parece não gostar mais dela, pode se revelar não tão agradável assim e não apenas pela saudade que seus amigos fazem.
Ela vai descobrir alguns detalhes da sua vida que ainda não conhecia, perceber que seu pai também não é exatamente o que ela esperava, e mesmo enfrentar aqueles problemas que não ficaram em São Francisco como ela pensava. Mas, a viagem vai ensinar algumas outras boas lições a ela e fazer com que perceba que não está sozinha para enfrentar o mundo como ela julgava estar.
O livro pode parecer para alguns no começo não tão atrativo assim, e Cyd Charisse uma garota superficial, mas com a leitura você vai ver que a história vale a pena, e que a personagem principal que no início parece mais uma garota rebelde sem motivos, tem alguns problemas um tanto complicados e vai amadurecendo ao longo da narrativa aprendendo a enfrentar os conflitos por mais difíceis que eles sejam.

Um comentário:

  1. Nunca li nada dela, mas tenho vontade. Essa capas são lindinhas, né?

    Bjo

    ResponderExcluir

Esse post foi tão... ah! Não sei, diga você! :)