quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ENTREVISTA: Sophia Bennett, autora da série "Linhas"

[Logo abaixo da versão traduzida da entrevista vocês podem conferir a versão original em inglês]
[Bellow the translated version of the interview you can check the original english version]


Autora da incrível série de livros "Linhas", Sophia nos conta que antes de ser escritora, quando criança, já pensou em ser ginasta olímpica! Fala um pouco sobre seu novo livro "The Look" e que o caminho até se tornar uma escritora pode ser difícil, mas com empenho tudo dá certo no final. Sophia é super simpática e nós amamos entrevistá-la! Confiram!

VERBOLOGIA PINK - Quando você percebeu que queria ser uma escritora?

Sophia Bennett - Eu quase sempre quis ser uma escritora. Quando eu tinha uns seis ou sete anos eu queria ser uma ginasta olímpica, mas isso nunca iria acontecer. Eu estava sem esperança - mas sempre fui boa em leitura. A partir dos 10 ou 12 anos eu queria ser capaz de escrever livros que um dia seriam tão bons como os meus favoritos - clássicos ingleses como “Ballet Shoes” e “O Jardim Secreto". Eu estudei línguas na universidade e trabalhei em um monte de empregos diferentes, depois disso, mas eu estava sempre esperando pela oportunidade de escrever. Demorei dez anos de tentando até chegar a publicar “Linhas”. Mas valeu a pena a espera.

VP - Qual é o seu ritual na hora de escrever?

Sophia - Ele varia. Eu gostaria de ter uma norma mais rigorosa. No verão, eu tento ir para o meu barracão ou na biblioteca local e trabalho. No inverno, costumo fazê-lo enfiada na cama! Sempre releio o que eu escrevi no dia anterior e faço alterações. Não consigo trabalhar bem até perto da hora do almoço, e pelas 5 da tarde a minha cabeça já está cheia de personagens e histórias - que é quando eu tenho que parar para fazer chá para os meus meninos! Mas na verdade isso é uma coisa boa, porque significa que eu mal posso esperar para voltar para os meus personagens no dia seguinte.

VP - Aqui no Brasil temos publicado os dois primeiros volumes da série "Linhas". Como surgiu a história de Nonie, Edie, Jenny e Crow?

Sophia - Como é que eu tive a idéia para a história? A idéia de Crow - uma garota que era um designer de moda em segredo - me veio do nada. Eu sempre fui fascinada por roupas e moda, assim eu queria escrever sobre isso. Então, muito mais tarde, vi um cartaz no metrô de Londres falando sobre os “Night Walker” (crianças que caminham de cidade em cidade, no meio da noite, para não serem pegos e forçados a levar uma vida violenta) em Uganda, e eu percebi que eu queria escrever sobre eles também. Originalmente, havia três garotas na história, mas eu queria um quarteto e assim, surgiu Jenny: a menina que começa a usar as roupas. Jenny é uma das minhas personagens favoritas para escrever, porque ela é muito teimosa e nem sempre faz o que ela diz (como eu). Eu queria que ela estrelasse uma capa da Vogue, por exemplo, e ela simplesmente não faria. O segundo volume da série foi algo emocionante de escrever, porque eu queria destacar a situação das crianças escravas que são forçados a fazer roupas baratas para ganhar quase nada. O terceiro livro tem um tema completamente diferente. Acho que vai ser uma grande surpresa para os fãs da série. Espero que eles gostem!

VP - A história da série "Linhas" apresenta, além do fabuloso mundo da moda, questões sociais de forma suave e emocionante e ao mesmo tempo mostrando a sua importância para o leitor. Qual é a sua opinião sobre a importância dessas questões para os jovens?

Sophia - Eu me senti encorajada a escrever sobre estes temas porque eu sou um pouco como a Edie, ou seja, eu me importo muito com eles. Tenho quatro filhos e quando contei a eles sobre os Night Walker ficaram horrorizados e também queriam ajudar. Percebi que somos todos iguais: nós amamos o brilho e o glamour do Oscar, mas também nos preocupamos com a guerra e a pobreza na África. Desde que eu escrevi a série, recebo e-mails de jovens fãs o tempo todo me dizendo o que eles estão fazendo para arrecadar dinheiro para caridade e me pedindo ideias. Eu estou tão impressionada com seu compromisso, e tão orgulhosa deles. O que eu também amo é a descoberta de que os jovens são muito importantes e influentes para as grandes empresas de varejo, como a Zara e a Nike, por exemplo. Se eles perceberem que seus clientes não vão fazer compras com eles até que operem práticas justas, então eles mudariam seus caminhos e se tornariam mais éticos. Vocês são mais poderosos do que imaginam!

VP - Além disso, falando da série "Linhas", nós aqui no Brasil estamos esperando ansiosamente  o terceiro livro da série, o que você pode nos dizer sobre o ele?

Sophia - Eu não sei ainda como o terceiro livro será chamado no Brasil, mas em Inglês é  'Sequins Stars and Spotlights' . O humor neste livro é um pouco diferente, porque Nonie, Edie e Jenny estão se aproximando de seus exames escolares finais e Nonie finalmente percebe que ela tem que trabalhar duro e se concentrar! Crow, como sempre, está florescendo no mundo da moda e Nonie está preocupada que ela não consiga se manter. Enquanto isso, Jenny tem a chance de estrelar um musical nos EUA, e Edie tem suas próprias aventuras. Três personagens que são muito queridas para mim encontram o amor neste livro, e eu gostei de escrever suas histórias. Chorei um pouco no último capítulo. Espero que meus leitores também, mas, de um jeito positivo.

VP - Vimos em seu site que a série de livros vai para a TV, como vai este projeto?

Sophia - O problema com projetos de TV e cinema é que um monte de pessoas precisam estar envolvidas, e pode levar meses ou anos para que saia do papel. Acabei de ouvir que a série de TV ainda está indo definitivamente à frente, mas eu não sei quando será filmado. Eu ainda estou esperando para saber mais. Espero que seja logo, porque eles são um talentoso grupo de pessoas e estou realmente ansiosa para trabalhar com eles.

VP - Nós aqui no blog estamos divididas entre Edie e Jenny! Das quatro protagonistas da história, você poderia escolher um?

Sophia - Isso é tão interessante! Edie é mais como eu, Jenny é a mais imprevisível e divertida de escrever, Crow é a mais talentosa e especial, mas acho que talvez o meu personagem favorito é Nonie, porque ela é tão alegre e otimista, e sempre tão leal a seus amigos . Eu gostaria de ser mais parecida com ela algumas vezes.

VP - Estamos torcendo para que "The Look" (novo livro da Sophia) chegue aqui logo! O que podemos esperar do seu novo livro?

Sophia - Espero que sim também! O novo livro é bastante diferente. Uma menina chamada Ted é sondada para ser modelo, justamente no momento em que sua irmã mais velha glamorosa é diagnosticada com um tipo de câncer. Ted não pensa em si mesma como uma modelo, mas ela acaba se convencendo a aceitar. É um livro amargo, sobre crescer e descobrir como ser você mesmo e descobrir o que realmente importa para você. Espero que ele também dê às meninas alguns insights sobre os negócios da moda, e que não é tudo de bom, mas não de todo ruim também. Eu sei que tantas meninas secretamente se analisam e queria que elas tivessem mais algumas informações para saberem se vale a pena tentar.

VP - Que conselho você daria para aqueles que querem ser escritores?

Sophia - Basta fazê-lo. É um hobby ou uma carreira fabulosa, mas você só terá sucesso se você ficar realmente bom, e você só vai ficar realmente bom, se você praticar. Ler muito, escrever muito, partilhar o seu trabalho, ousar. Escreva o que quiser, mas aprenda a ser auto-crítico. Então, ser corajoso e apagar os maus bocados! Não imagine que todos os escritores produzem instantaneamente o que você vê na página: editar e editar e editar para fazer brilhar. Você também pode.

VP - Gostaria de enviar uma mensagem para seus fãs brasileiros?

Sophia - Obrigado a todos por seu apoio incrível. Sinceramente, meus fãs brasileiros são uns dos que estão mais distante de mim em Londres, e uns dos melhores! São todos tão generosos em compartilhar sua emoção com os livros e eu sou grata a todos vocês.
 Sophia xxx

Original version

Author of the incredible series of books "Threads" Sophia tells us that before being a writer, as a child, thought of being Olympic gymnast! Talk a little about his new book "The Look" and that the way to becoming a writer can be difficult, but with commitment in the end everything works out. Sophia is super sweet and we love to interview her! Check it out!


VERBOLOGIA PINK - When you realized what wanted to be a writer?

Sophia Bennett - I've almost always wanted to be a writer. When I was about six or seven I liked the idea of being an Olympic gymnast, but that was never going to happen. I was hopeless at handstands - but I was always good at reading. From the age of ten or twelve I wanted to be able to write books one day that were as good as my favourites - English classics like 'Ballet Shoes' and 'The Secret Garden'. I studied languages at university and did loads of different jobs after that, but I was always waiting for the opportunity to write. It took ten years of trying until I got published with Threads. But it was worth the wait.

VP - What is your ritual when writing?

Sophia - It varies. I wish I had a stricter one. In the summer, I try and go to my shed or the local library and work. In winter, I often do it tucked up in bed! I always read over what I've written the day before and make changes. I never really manage to get going properly until near lunchtime, and by 5 in the afternoon my head is full of characters and story - which is just when I have to stop to make tea for my boys! But actually that's a good thing, because it means I can't wait to get back to my characters the next day.

VP - Here in Brazil we have published the first two volumes of the series "Threads". How did the story of Nonie, Edie, Jenny and Crow?

Sophia - How did I get the idea for the story? The idea for Crow - a girl who was a secret fashion designer - came to me from nowhere. I've always been fascinated by costume and fashion, so I wanted to write about it. Then, much later, I saw a poster in the London Underground talking about the Night Walkers in Uganda, and I realised I wanted to write about them too. Originally there were three girls in the story, but then I wanted a fourth one and she became Jenny: the girl who gets to wear the clothes. Jenny is one of my favourite characters to write, because she is quite stubborn and won't always do what she's told (by me). I wanted her to star on a Vogue cover, for example, and she just wouldn't. The second volume in the series was an emotional one to write, because I wanted to highlight the plight of slave children who are forced to make cheap clothes for almost no money. The third book has a different theme entirely. I think it will be a big surprise to fans of the series. I hope they like it, though!

VP - The history of the series "Threads" addresses, in addition to the fabulous world of fashion, social issues in a smooth and exciting at the same time realizes the importance of these themes to the reader. What is your opinion about the importance of these issues for young people?

Sophia - I felt encouraged to write about these themes because I'm a bit of an Edie myself, and they matter to me very much. I have four children and when I told them about the Night Walkers they were horrified too and wanted to help. I realised that we are all the same: we love the glitz and glamour of the Oscars, but we also care about war and poverty in Africa. Since I wrote the series, I get emails from young fans all the time telling me what they are doing to raise money for charity and asking me for ideas. I am so impressed by their commitment, and so proud of them. What I also love is the discovery that young people are very important and influential to big retail companies, like Zara and Nike for example. If they realise that their customers won't shop with them until they operate fair practices, then they change their ways and become more ethical. You are more powerful than you know!

VP - Also, speaking of the series "Threads" for us here in Brazil we are anxiously waiting for the third book in the series, what can you tell us about the book?

Sophia - I don't know yet what the third book will be called in Brazil, but in English it is 'Sequins Stars and Spotlights'. The mood in this book is a bit different, because Nonie, Edie and Jenny are approaching their final school exams and Nonie finally realises that she has to work hard and concentrate! Crow, as always, is flourishing in the fashion world and Nonie is worried that she can't keep up. Meanwhile, Jenny has the chance to star in a musical in the US, and Edie has adventures of her own. Three characters who are very dear to me find love in this book, and I enjoyed writing their stories. I made myself cry a little in the last chapter. I hope my readers do too, but in a good way.

VP - We saw on your site that the series of books is going to TV, how going this project?

Sophia - The trouble with TV and film projects is that a LOT of people need to be involved, and it can take months or years for them to get off the ground. I have just heard that the TV series is still definitely going ahead, but I don't know when it will be filmed. I'm still waiting to find out more. I hope it's soon, because they are a great bunch of people and I'm really looking forward to working with them on it.

VP - We here in the blog are divided between Edie and Jenny! Of the four protagonists of the story, do you could choose one?

Sophia - That is so interesting! Edie is the most like me, Jenny is the most unpredictable and fun to write, Crow is the most talented and special, but I think perhaps my favourite character is Nonie, because she is so upbeat and optimistic, and always so loyal to her friends. I wish I could be more like her sometimes.

VP - Hopefully "The Look" also come here soon! What can we expect on your new book?

Sophia - I hope so too! The new book is quite different. A girl called Ted is scouted to be a model, just at the time when her glamorous older sister is diagnosed with a type of cancer. Ted doesn't think of herself as model material at all, but she gets persuaded to go along with it. It's a bittersweet book, about growing up and finding out how to be yourself and discovering what really matters to you. I hope that it also gives girls some insight into the modelling business, which is not all good, but not all bad either. I know so many girls secretly consider it and wanted them to have some more information to make up their minds about whether it is worth a try.

VP - What advice would you give to those who want to be writers?

Sophia - Just do it. It's a fabulous hobby or career, but you will only be successful if you get really good, and you will only get really good if you practise. Read a lot, write a lot, share your work if you dare. Write whatever you like, but learn how to be self-critical. Then be brave and delete the bad bits! Don't imagine that all writers instantly produce what you see on the page: we edit and edit and edit to make it sparkle. You can, too.

VP - Would you like to send a message to his Brazilian fans?

Sophia - Thank you all for your amazing support. Honestly, my Brazilian fans are some of the furthest away from me in London, and some of the best! You are all so generous about sharing your excitement for the books and I'm grateful to you all. sophia xxx

-------

Sigam a @sophiabennett 
E fiquem atentos as novidades no site dela:
http://sophiabennett.com/

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi meninas!
    Que entrevista maravilhosa, amei! A Sophia parece ser mega simpática e atenciosa :)
    Gostei muito das perguntas e respostas! Só li Linhas e não lembro de muitos detalhes, por isso pretendo reler para poder ler Brilhos *.*
    Adoro essa série!
    Fiquei super interessada em The Look, espero que venha logo para o Brasil!
    Parabéns pela entrevista!
    Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Tem post novo, passa lá :)
    Beijos,
    Nathi
    @bookswonderland
    Books in Wonderland

    ResponderExcluir
  3. Ahh, adorei a entrevista! Muito legal! O livro eu já tinha visto parece ser bem legal mesmo!

    Bjoos
    entreumlivroeoutro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. óOh, que legal, poder conhecer mais a autora.
    Nossa, quero ler o livro, já vou postar no meu skoob.
    Bjs
    http://mahzinhasantana.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Esse post foi tão... ah! Não sei, diga você! :)